Por: Sara Geraldes in jornalnordeste.com

Planalto mirandês e Alfaião, no concelho de Bragança, serviram de cenário para a rodagem de uma curta-metragem e um documentário
Algumas aldeias do planalto mirandês, nomeadamente Campo de Víboras e Junqueira, no concelho de Vimioso e a aldeia de Alfaião, no concelho de Bragança, foram escolhidas por uma realizadora francesa, com raízes transmontanas, e um realizador português para as gravações de uma curta-metragem e de um documentário.
No caso do planalto mirandês, a realizadora Cristèle Alves Meira escolheu a aldeia de Campo de Víboras para dar o nome à curta-metragem, que ambiciona levar ao Festival de Cannes. As principais cenas da curta foram rodadas em Junqueira e tiveram actores conhecidos da ficção nacional, como Ana Brito e Cunha e Ana Padrão e também actores amadores, da AJAM, Associação dos Jovens Artistas Macedenses.
Já nos últimos dias, o realizador André Almeida Rodrigues esteve em Alfaião, a acompanhar o dia-a-dia dos habitantes desta localidade do concelho de Bragança. Depois de pesquisar sobre aldeias portuguesas, o estudante de mestrado em som e imagem, da Universidade Católica do Porto, escolheu Alfaião para realizar um documentário que será apresentado em Abril, em contexto académico, mas que o realizador quer também exibir em Alfaião e até em Bragança.
O jovem, de 27 anos, natural de Leça do Balio, explica que o objectivo “não é retratar um interior pobre e abandonado” mas sim “quebrar esse cliché que existe sobre Trás-os-Montes” e “transmitir o dia-a-dia de uma aldeia com vida, como é Alfaião”.

Leia a notícia completa na edição impressa ou versão PDF